Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

COMO É O INTERIOR UMA FÁBRICA TÊXTIL ABANDONADA?

Mäyjo, 14.06.15

Fábrica têxtil abandonada em 1980

H&M lançou primeiras peças de vestuário feitas a partir de roupa reciclada

Mäyjo, 24.11.14

H&M lança primeiras peças de vestuário feitas a partir de roupa reciclada (com FOTOS)

Em Fevereiro de 2013, a H&M lançou um programa de recolha de roupa usada para reciclar. Um ano depois, a marca sueca vai lançar a colecção inaugural de produtos feitos a partir do vestuário usado que recolheu e posteriormente reciclou.

A colecção consiste em cinco peças clássicas de denim, que foram produzidas a partir de algodão reciclado, como exemplo da sua “dedicação à sustentabilidade e maneira de tornar a utilização de têxteis num ciclo”.

A nova linha integra 20% de algodão reciclado, a quantidade máxima que pode ser incorporada nos novos tecidos sem que a sua integridade fique comprometida, refere a H&M. No entanto, o objectivo da marca de vestuário sueca é aumentar progressivamente o uso de materiais reciclados. A nova colecção de vestuário vai estar disponível nas lojas a partir de Fevereiro, refere o Ecouterre.

“A tendência de trabalhar com tecidos reciclados está a aumentar cada vez mais e, como designers, queremos naturalmente trabalhar com as últimas tendências e desenvolvimentos”, afirma Jon Loman, designer responsável pelas peças de vestuário recicladas. “É bom fazer algo que tanto a marca como os consumidores acreditam e que beneficia o ambiente”, indica.

A iniciativa de recolha de roupa decorreu nos 48 países onde a marca está presente e as peças recolhidas foram posteriormente enviadas para a Alemanha onde foram recicladas pela empresa sueca I:Collect.

 

 

EUA: reciclagem de têxteis equivale a retirar um milhão de carros das estradas

Mäyjo, 14.11.13

EUA: reciclagem de têxteis equivale a retirar um milhão de carros das estradas

 

Um recente relatório da Agência de Protecção Ambiental dos Estados Unidos identifica os têxteis como uma importante fonte de emissões de gases com efeito de estufa no país. A reciclagem de roupas nos níveis actuais seria equivalente a retirar um milhão de carros por ano das estradas.

Para além da reciclagem do vidro, plástico, alumínio e papel, a agência acredita que o tecido deve tornar-se no próximo material a ser retirado dos aterros sanitários. Estima-se que 6,5% do lixo que entra nas lixeiras dos EUA sejam tecidos que podem ser reciclados. Por outro lado, a cada ano, dois milhões de toneladas de roupas são recuperadas, revela o Ecouterre.

Secondary Materials and Recycled Textiles adianta que todas as roupas secas e livres de odores podem ser recicladas ou doadas – a qualquer instituição de caridade ou a um reciclador com fins lucrativos. As mentes mais criativas são incentivadas a utilizar as sobras de tecidos ou as peças desperdiçadas em projectos que dêem uma nova vida a estes têxteis e apoiem o artesanato local.

Este é mais um incentivo para a aposta em lojas de segunda mão e de roupa vintage.

 

Foto: Sob licença Creative Commons


in: Green Savers